11 5051-5090 / 11 99436-7006

O que você sempre quis saber sobre Clareamento Dental

Blog - MCastanho Odontologia

O que você sempre quis saber sobre Clareamento Dental

Separei algumas questões que sempre geram dúvidas entre meus pacientes a respeito do clareamento dental. Espero esclarecer e elucidar alguns pontos importantes a respeito desta técnica tão bem empregada e difundida na área da Estética em Odontologia.

 

Existe clareamento dental fácil, rápido e barato??

Toda vez qua a gente pesquisa na internet sobre clareamento encontramos as mais diversas opções. Mas, será que tudo isso é verdade? Por exemplo, eu mesma já vi de tudo, desde o uso de carvão, casca de laranja, morango, limão e sal, bicarbonato de sódio e muitos outros. Receitas caseiras que, em um primeiro momento, parecem ser a solução para seus problemas, mas que podem acarretar sérios prejuízos ao esmalte de seu dente. Não caia nesta tentação, realizando tratamentos clareadores sem nemhum critério e principalmente se não for supervisionado e indicado adequadamente por um profissional de Odontologia. Tome sempre muito cuidado com estas técnicas milagrosas, pois se você afetar a estrutura de seu esmalte pode ter problemas para o resto da vida, desde uma hipersensibilidade até mesmo dentes enfraquecidos e quebradiços. Por isso, o melhor a fazer ainda é procurar um professional capacitado para lhe dizer o que é melhor para o seu caso especificamente.

 

O que pode escurecer os meus dentes??

Existem vários fatores que podem fazer parte do escurecimentos de seus dentes. Dentre eles, podemos destacar:

  • Hábitos alimentares: se você é uma pessoa que adora tomar aquele cafezinho puro várias vezes ao dia, ou então toda à noite toma uma taça de vinho tinto, ou bebe com frequência coca-cola, suco de uva ou outros líquidos coloridos, você pode ser sim um candidato a ter seus dentes escurecidos com o tempo.
  • Cigarro: subprodutos liberados pela fumaça do cigarro também pode ser um vilão para o escureciemnto dos dentes.
  • Má higienização diária dos dentes: uma higienização precária e de qualquer jeito, com escovas não adequadas podem pigmentar e manchar ainda mais os seus dentes.
  • Trauma dental: se alguma vez você caiu ou sofreu um acidente em que bateu o dente, ele pode vir a sofrer uma alteração de cor.
  • Tratamento endodôntico: quando realizamos o tratamento de canal nos dentes, o dente perde a vitalidade interna, ou seja, ele não possui mais a inervação e a irrigação interna que dá vida ao dente. Isto acarreta, ao longo do tempo, um escurecimento toda a estrutura dental: coroa e raiz.
  • Medicamentos: algumas medicações, dependendo da fase de vida em que são administradas, podem afetar a coloração dos dentes pela absorção de pigmentos que se incorporam permanentemente na formação da estrutura dental.
  • Idade: com a idade infelizmente os dentes tendem a escurescer, pois a camada de esmalte que recobre os dentes vai ficando mais delgada, transparecendo mais a cor da dentina, camada mais interna e mais escura da estrutura dental.

 

O clareamento dental clareia qualquer tipo de mancha?

Para entendermos melhor esse processo, temos que avaliar qual é a origem do manchamento. Existem basicamente dois tipos de manchas que podem escurecer seus dentes, as manchas externas que vem de pigmentos externos, como alimentação, cigarro, entre outros e as manchas internas que vem de pigmentos localizados no interior do dente, como tratamento de canal, trauma, etc.

As manchas externas são mais fáceis de clarear por meio das técnicas clareadoras, normalmente respondem bem às técnicas clareadoras, e os resultados são bem satisfatórios, pois são manchas que vem de fora para dentro. As manchas internas são mais difíceis, pois elas são causadas internamente nos dentes, vem de dentro para fora e requer um cuidado maior, tanto no diagnóstico quanto no processo clareador, pois nem sempre o resultado alcançado é que se desejava.

Portanto, é importante que o professional saiba detectar bem a origem do manchamento para indicar a técnica mais apropriada e eficaz para o seu caso.

 

Qual técnica eu devo realizar para clarear meus dentes?

Existem basicamente três técnicas clareadoras que costumo indicar para meus pacientes. A técnica de auto aplicação que também é conhecida como técnica caseira. Esta técnica é feita pelo paciente, sendo totalmente supervisionada e monitorada pelo dentista, com as devidas dosagens de tempo e frequência de uso, para que seja um tratamento eficaz e seguro. A outra técnica é a de consultório, esta é realizada pelo professional dentro do consultório, onde se é aplicado o produto clareador com dosagens e concentrações compatíveis com a origem do manchamento. Nesta técnica, o profissional pode dispor do uso de equipamentos para potencializar os resultados, como é o caso do uso da luz led e do laser. E a terceira e última é a técnica mista, a qual junta-se as duas técnicas anteriores, com tempo e frequência distintas. Nesta técnica, faz-se uma primeira aplicação em em consultório e o paciente termina em casa com a técnica de auto aplicação por mais alguns dias. Algumas pesquisas científicas dizem que a técnica mista é a que proporciona melhor resultado quando avaliado o quesito: estabilidade de cor. Todas as técnicas são seguras e eficazes quando bem indicadas e realizadas com as devidas concentrações, período de tempo e frequência. E quem saberá todas essas informações será o seu dentista.

 

Quando devo repetir meu tratamento clareador?

Não é recomendado que se repita o tratamento clareador num espaço menor que 2 anos. Também, vale ressaltar que o tratamento clareador é mais seguro quando feito após os 18 anos.

 

Gostou deste artigo? Espero que sim, se ficou ainda alguma dúvida, deixe aqui seus comentários que terei o maior prazer em responder. Abraços e até o próximo!

 

 

Compartilhar:

CONTATO

Quer tirar dúvidas, obter mais informações ou agendar uma consulta?
Entre em contato conosco!

  Avenida Moema, 170 – 9º andar. Conjunto 91 – Moema – São Paulo

FALE CONOSCO








© 2017 MCastanho Odontologia | Desenvolvido por ROTEART